Ficou perdido na notícia? Pesquise aqui no blog as noticias do PIBID- LCN

Carregando...

10 de janeiro de 2014

UFMA propõe inclusão de licenciaturas em concursos da Seduc

SÃO LUÍS - A inclusão das licenciaturas interdisciplinares nos editais de processos seletivos e de concursos públicos, promovidos pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado Educação (SEDUC), foi sugerida ao secretário de Estado de Educação, Pedro Fernandes, pela pró-reitora de Ensino da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Isabel Ibarra Cabrera. A proposta foi entregue durante um encontro na Seduc, que teve a participação de técnicos das duas instituições.
Durante o encontro ocorrido nesta quarta-feira (8), a pró-reitora explicou que o objetivo da proposta de incluir licenciaturas interdisciplinares nos processos seletivos e concursos públicos é ampliar a oferta de vagas para os participantes das licenciaturas interdisciplinares, criadas na Ufma, a partir de 2010, em uma ampla área das ciências humanas, naturais, linguagens e códigos.
Segundo ela, a UFMA está concluindo a formação de 1,5 mil formandos em diversos municípios. Eles devem participar com seus títulos dos próximos concursos públicos com uma sólida formação em educação básica, com o firme propósito de melhorar os indicadores educacionais do estado. “É uma formação interdisciplinar e contextualizadora com propostas de mudar as diretrizes da educação básica brasileira e especialmente no Maranhão”, diz Cabrera.
Os cursos têm quatro anos de duração, com 3.500 horas/aula com ênfase em áreas especificas, citando com exemplo a licenciatura em ciências humanas, com o foco dirigido para história, sociologia, geografia filosofia. Citou ainda a de ciência naturais que enfatiza biologia, química e física e a licenciatura em linguagens e códigos com o foco dirigido para língua portuguesa e música.
Pedro Fernandes disse que a proposta foi bem recebida e está nas metas da SEDUC, que tem como foco melhorar o nível de conhecimentos dos professores da rede estadual de ensino, incluindo a utilização de novas tecnologias. Segundo ele, a principal ferramenta para melhorar o processo de aprendizado e os indicadores educacionais do estado é a formação continuada dos recursos humanos.
Pedro Fernandes aproveitou para convidar as representantes da UFMA para o lançamento do Plano Estadual de Educação, que terá a participação dos prefeitos e secretários de Educação dos municípios maranhenses, além de representantes de diversos segmentos sociais.
Ao aceitar o convite, Isabel Cabrera disse que os cursos de graduação nos campus da UFMA de seis municípios visam suprir a necessidade das redes e sistemas públicos de ensino, por formação inicial e continuada de profissionais do magistério, com ampliação do número de docentes atuantes em educação básica pública, que tenham sido licenciados em instituições públicas de ensino superior. “Os cursos formam professores com um perfil diferenciado”, acrescentou.


Fonte:  SECOM/MA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário, volte sempre!