Ficou perdido na notícia? Pesquise aqui no blog as noticias do PIBID- LCN

Carregando...

24 de fevereiro de 2014

Estudante da UFT ensina como fazer horta reciclando garrafas pet

Já pensou em cultivar uma horta em casa, mesmo com pouco espaço? Com um método simples e poucos materiais, a aluna do Curso de Artes, Fernanda Canhedo, mostrou que ervas e temperos variados podem ser cultivados, ocupando espaços mínimos, por meio do reaproveitamento de garrafas pet. A estudante ministrou a oficina Horta Reciclável no encerramento da III Feira de Leitura Sustentável, evento realizado por alunos do Curso de Engenharia Ambiental que movimentou o Câmpus de Palmas da Universidade Federal do Tocantins (UFT), até esta quinta-feira (20).
Oficina reuniu alunos de vários cursos no hall da Biblioteca (Foto: Deborah Sena/Dicom)
Oficina reuniu alunos de vários cursos no hall da Biblioteca (Foto: Deborah Sena/Dicom)


Apesar da boa habilidade com a técnica, Fernanda conta que aprendeu a cultivar a horta há pouco tempo, e tudo começou com uma atitude simples; procurou na internet uma solução para o descarte frequente das garrafas em sua casa. "Sempre me preocupei em dar o destino corretos a elas, então fui atrás de um método no YouTube e em menos de um mês a horta reciclável já era mania na minha casa. Comecei a plantar mudas de hortelã e salsinha. A técnica é simples e as mudas podem ser cultivadas em ambientes diversos", ensina.
A oficina chamou atenção de estudantes como a aluna de de Arquitetura e Urbanismo, Thais Raquel. "Passei aqui para comprar um livro, mas acabei descobrindo a horta reciclável, que além de útil pode fazer a diferença e dar leveza à qualquer ambiente", comenta.

Como fazer – Para a montagem da mini horta é preciso tesoura, garrafa pet, terra preta e pedras. Fernanda explica que basta recortar a garrafa, deixando o espaço necessário para a planta se fixar na terra. Antes de plantar a muda é importante colocar as pedras, que deixam a horta com a umidade certa e evitam que a terra se encharque, funcionando como filtro. Depois, é só colocar a terra e escolher a muda para plantar. 
Fernanda adverte que é essencial regar a hortaliça, mas nunca em horários de intensidade do sol, para que a água dure mais tempo. Ela ressalta que quem quiser cultivar plantas maiores pode aplicar o método a outros suportes como bloquetes de tijolo e pneus.



Técnica simples pode ser adaptada a outros suportes (Foto: Deborah Sena/Dicom)
Técnica simples pode ser adaptada a outros suportes (Foto: Deborah Sena/Dicom)

Com informações da UFT

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário, volte sempre!